terça-feira, 30 de junho de 2020

Cirque du Soleil entra em recuperação judicial para tentar evitar falência




Nesta segunda feira , 29 o Cirque du Soleil ( Circo do Sol em português)  com sede na cidade de Montreal, Canadá. conhecida como uma empresa inovadora por fazer espetáculos brilhantes e famosa por promover uma politica de gestão de pessoas de sucesso que inclui muito treinamento e valorização de seus colaboradores não aguentou a gravidade da crise econômica causada pela pandemia de COVID19 e pediu recuperação judicial.

Crianças ganham máscaras especiais Face Shields no combate à Covid-19

Empresas estão criando e desenvolvendo produtos especialmente para as crianças
 
Com a expectativa da volta gradual às aulas em diversas regiões do Brasil, há a preocupação com a proteção dos alunos. Pensando nisso, empresas estão criando e desenvolvendo produtos especialmente para a segurança das crianças neste próximo contexto.
Um exemplo é o da Isoflex, que está lançando máscaras infantis nomeadas como Face Shields. A empresa paranaense, especializada em soluções em gestão visual, tem adaptado suas atividades à alta demanda por proteção do mercado nacional e produzido diversos itens de segurança desde o início da pandemia.

terça-feira, 23 de junho de 2020

Como se destacar no mercado durante a pandemia

Ask Jackie

Curso on-line de inglês é opção para ir em busca de aperfeiçoamento profissional

A quarentena mudou a vida de muitas pessoas. Algumas estão com mais tempo e outras ainda estão tentando se entender com a nova rotina. Apesar de muita coisa estar diferente, uma não mudou: buscar aperfeiçoamento e capacitação continua sendo diferencial para atuar no mercado de trabalho.
Ainda mais em época de pandemia, em que muitos estão perdendo seus empregos, ou ainda trabalhando em caráter home office, com mais tempo disponível, o estudo é ferramenta essencial para se destacar no mercado cada vez mais competitivo e exigente, e estar preparado quando tudo isso passar.

Os hábitos do consumidor irão mudar – e as empresas precisam se preparar para isso

Por Eduardo Fregonesi * 
É inegável que vivemos uma situação atípica. A pandemia de COVID-19, que se alastrou pelo mundo e obrigou o Brasil a adotar medidas de isolamento social desde março, apresenta mais dúvidas do que certezas. Embora o distanciamento e a quarentena sejam as principais medidas para evitar a propagação da doença, a suspensão de diversas atividades promove um abalo muito grande na economia nacional, que ainda buscava se recuperar da crise de 2014 e 2015. O fato é que, para o bem e para o mal, o coronavírus promoveu grandes transformações, principalmente no consumo, e as empresas precisam se adaptar a isso o quanto antes para não sofrerem mais.  

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Tendências de moda masculina para o novo mundo pós-pandemia

O que você tem aprendido nestes dias de pandemia? Quais têm sido suas grandes revelações? Após o surgimento do covid-19, trouxe uma crise mundial com reflexos não apenas na saúde, mas nas vidas como um todo. A saída com a criação de home office, educação a distância, gastronomia inovadoras, rotina alterada sem sair de casa, o guarda-roupa foi uma dessas transformações.

terça-feira, 9 de junho de 2020

Fortaleza entrega 62 toneladas de alimentos ao Ceará em campanha de doação de sangue

Doação ao Mesa Brasil, rede de bancos de alimentos do Sesc, é resultado da campanha de estímulo à doação de sangue realizada com o Instituto Pró-Hemoce
Em apenas 44 dias, a campanha #vocedoaagentedoa, realizada pela Fortaleza, marca pertencente à M. Dias Branco, em parceria com o Instituto Pró-Hemoce - IPH, foram coletadas 1.157 bolsas de sangue nos três postos de coleta ao ar livre participantes na capital. Com a arrecadação de sangue obtida com a campanha, a marca Fortaleza está entregando 62,28 toneladas de alimentos ao Mesa Brasil, rede nacional de bancos de alimentos do Sesc. As primeiras 15,56 toneladas já foram entregues pela Fortaleza e distribuídas a entidades sociais do estado do Ceará. Foram selecionados para a entrega produtos como biscoitos cream-cracker, biscoitos maizena e espaguete Fortaleza.

segunda-feira, 8 de junho de 2020

Mulheres de Redenção se unem para ajudar o comércio local

Mulheres residentes no Município de Redenção se unem para ajudar o comércio local em período de pandemia e criam o projeto "Redes do Bem".
Em tempos de crise mundial, um grupo de mulheres de Redenção está focado na divulgação e apoio ao pequeno empreendedor como também ao trabalhador autônomo. A campanha "Redes do Bem" vai divulgar, através das redes sociais dos seus idealizadores, os negócios locais tanto da sede quanto dos distritos do município.

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Será o momento da retomada econômica ?

Por Pedro Paulo Morales

O número de mortes vem subindo no Ceará. Em uma semana, a taxa de mortalidade do Ceará passou de 22,3 para 37,3 óbitos a cada 100 mil habitantes, de acordo com as informações do Boletim Epidemiológico da Covid-19. É certo que esse aumento se deve também a registros de mortes anteriores a esse período.

O governo não poderá desconsiderar esse aumento quando for analisar se passa ou não para a segunda fase de reabertura da economia. 

quarta-feira, 3 de junho de 2020

O cenário econômico empresarial na pandemia: De onde viemos e para onde vamos?

Alessandro Azzoni
*Por Alessandro Azzoni
Primeiramente, precisamos dividir a análise sobre a situação econômica das empresas antes e depois do isolamento social. Para que fique mais claro, muitas empresas já vinham de um cenário de recuperação importante. Lembrando que em 2015 tivemos um decréscimo do Produto Interno Bruto (PIB) na ordem de -3%; em 2016 foi de -3,5%. Falamos de dois anos de decréscimo do PIB, um cenário negativo que contribuiu bastante para a queda do governo Dilma. Com este prognóstico obtivemos uma retração da demanda; período em que muitas empresas tiveram seu fluxo alterado com demissões e restruturação do quadro funcional e, muitas vezes, até a automação. O cenário reverteu a tendência com o governo Temer, que freou o decrescimento econômico e trouxe ao nosso PIB um ambiente mais positivo, onde obtivemos +1% em 2017 e +1,1% em 2018.