domingo, 23 de junho de 2013

Sindicatos marcam manifestações nesta semana pelo Brasil

Na próxima quinta-feira, sindicatos e entidades ligados à CSP-Conlutas - central sindical que reúne PSTU, PSol e outras correntes de esquerda - prometem fazer greves, paralisações e um dia de manifestação em todo o Brasil. 
Metalúrgicos, químicos, rurais, funcionários dos Correios, servidores federais e trabalhadores do setor de alimentação são algumas das categorias que devem aderir ao que está sendo chamado como Dia Nacional de Luta. 
Segundo José Maria de de Almeida, coordenador da central e presidente do PSTU, é preciso que os trabalhadores entrem no movimento que está nas ruas em todo o país de forma organizada para cobrar, além da redução da tarifa e qualidade do transporte público, mais investimentos em saúde e educação, aumento salarial, e combate à inflação e à corrupção.

Em São José dos Campos e região, onde o sindicato dos metalúrgicos é filiado à Conlutas, os trabalhadores podem fechar a Rodovia Presidente Dutra, a exemplo do que ocorreu na sexta-feira. GM, Embraer e autopeças de cidades vizinhas são algumas das empresas que devem ter turnos de entrada atrasados ou a produção afetada. 
Em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul, atos já são preparados. "A orientação é fazer greves, paralisações, manifestações de rua, aquilo que for mais adequado à situação de cada categoria ou região", diz a nota da Central Conlutas. 
Segundo organizadores do Dia Nacional de Luta, os protestos não têm ligação com a greve geral que está sendo convocada pelas redes sociais para o dia 1º de julho.
Fonte: Jornal do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário