segunda-feira, 29 de julho de 2013

Pedidos de máquinas em baixa | Economia | O POVO Online


O setor de máquinas e equipamentos - termômetro da indústria - sente os efeitos dessa lentidão na retomada dos investimentos. O nível de utilização da capacidade instalada está em 73,97%, quando o ideal seria algo entre 86% e 90%. A carteira de pedidos é de 2,17 semanas, o menor nível da história, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). Em setembro de 2008, no início da crise financeira internacional, a carteira estava em 4,46 semanas.

Os indicadores são preocupantes porque revelam que há uma grande ociosidade nas fábricas, resultado de uma baixa demanda pela produção em um setor responsável por abastecer as indústrias do País. “Nunca tivemos uma carteira de pedidos tão baixa como em 2013”, afirmou José Velloso, presidente executivo da Abimaq. “A situação mais crítica é a de produtos sob encomenda, principalmente os usados em infraestrutura.” Dos 30 subsetores, só o de máquinas agrícolas está com crescimento expressivo.

Pedidos de máquinas em baixa | Economia | O POVO Online

Aprendi há muitos anos atrás que para analisar o crescimento futuro de uma economia temos que analisar a produção de maquinas e a de transportes pois se o de transporte  diminui é sinal que as empresas de atacado estão vendendo menos e consequentemente o varejo vende menos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário