segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Projeto do Instituto Federal do Ceará possibilita ao deficiente visual ler qualquer tipo de texto

Agência Brasil
Brasília - O primeiro dia da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia tem como um dos destaques o Laboratório de Inovação Cientifica do Instituto Federal do Ceará (IFCE), que trouxe tecnologias inovadoras de acessibilidade para deficientes visuais.
O IFCE apresentou o Portáctil, projeto que tem como slogan “O mundo em braille”. O equipamento, que é portátil, possibilita que o deficiente visual consiga ler por meio do tato qualquer obra escrita. Basta que o usuário capture, por meio de um tablet, o que for ler e o sistema transfere o que foi capturado para um navegador que tem três células braile e permite ao deficiente visual o entendimento do texto.
“Nós estamos felizes com o projeto. Ele possibilita que o deficiente visual possa estudar em qualquer lugar sem que a escola tenha que se adaptar”, disse Bruno Martins, aluno do instituto e estudante da engenharia da computação.
A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é feita em todo o país no mês de outubro desde 2004, sob a coordenação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, com a colaboração de entidades e instituições de ensino, divulgação e pesquisa. Seu objetivo é mobilizar a população, em especial crianças e jovens, a respeito de temas e atividades na área. O evento em Brasília ocorre até domingo (27), no pavilhão do Parque da Cidade.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário