domingo, 1 de dezembro de 2013

Para 4 a cada 10 jovens, roupas insinuantes justificam violência sexual | O POVO

Jolúzia Batista, socióloga do Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfmea), acredita que essa geração de jovens está vivendo um avanço conservador nos últimos anos. “Nós vemos que hoje a violência surge como uma forma de colocar a mulher nos trilhos,  de corrigi-la. É preciso investir em educação para mudar isso“, sugeriu.


Para nosso blog o certo é que cada ser humano respeita-se o outro, o que acontece com as roupas acontecem com a ideias. Concordo com a socióloga falta é educação para o povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário