domingo, 26 de janeiro de 2014

Transporte clandestino aumenta com a falta de táxi em Fortaleza

Empresas clandestinas fixam anúncios em postes e distribuem panfletos Foto: Bruno Gomes
Desconto em relação ao preço dos táxis comuns também é atrativo; prática pode oferecer risco a usuários

Ofertas de desconto, atendimento 24 horas por dia, possibilidade de negociar valores. São muitos os artifícios utilizados pelos táxis clandestinos para atrair a clientela e permanecer na ilegalidade. Sem possuir autorização para transportar pessoas, pagar impostos ou passar por avaliações, o negócio se expande, em especial na periferia, onde a disponibilidade de veículos regularizados é baixa e a fiscalização não chega.

Desde o ano passado, a prática irregular cresceu por volta de 15% na Capital e, hoje, pelo menos 21 cooperativas clandestinas atuam em toda a cidade, explica Vicente de Paulo Oliveira, presidente do Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditáxi). Ele calcula que existam mais de 800 carros prestando o serviço sem permissão da Prefeitura Municipal de Fortaleza. 
http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1366678

Nenhum comentário:

Postar um comentário