quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

[Coluna Economia e Mercado] Banco Central tem o lucro maior da história





Banco Central tem o lucro maior da história
O Banco Central (BC) teve lucro de R$ 31,9 bilhões no ano passado, divulgou hoje (20) a autoridade monetária. O resultado positivo é o maior da história e é 24,6% superior ao lucro de R$ 25,6 bilhões registrado em 2012, que também havia sido recorde.
O lucro do BC vai para o tesouro
A soma desses valores, R$ 30,1 bilhões, será repassada ao Tesouro Nacional em até dez dias úteis. O dinheiro vai para o orçamento financeiro do governo, reforçando o colchão da dívida pública. Por lei, o Tesouro não pode usar o dinheiro repassado pelo BC para gastos correntes nem para ampliação do superávit primário. Os resultados positivos do primeiro semestre foram transferidos ao Tesouro em agosto.
Créditos de celulares terão validade mínima de 30 dias
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) determinou que os créditos de celulares pré-pagos tenham validade mínima de 30 dias. A obrigação está em um regulamento aprovado pela agência reguladora. De acordo com o relator da matéria a facilidade de compra de créditos de pré-pago faz com que, muitas vezes, o consumidor não seja informado sobre a validade do serviço, que, em alguns casos, expira em sete ou dez dias.
Facebook compra o WhatsApp por US$ 19 bilhões
O Facebook vai comprar o aplicativo de mensagens WhatsApp pelo montante de US$ 19 bilhões. De acordo com a rede social, dessa quantidade, US$4 bilhões serão pagos em dinheiro e cerca de US$14 bilhões em ações. Como parte do acordo, o co-fundador e CEO do WhatsApp, Jan Joum, estará se tornando um novo membro do conselho do Facebook.
Reestruturação na Sadia/Perdigão
A empresa de alimentos BRF anunciou nesta quinta-feira (20/02) uma reestruturação administrativa em sua área de operações. O novo organograma concentra a gestão operacional em quatro lideranças regionais as quais responderão para o diretor presidente (CEO) global, Claudio Galeazzi
O objetivo da mudança é equilibrar a produção e a demanda
Em comunicado a empresa informou que "O objetivo da mudança é adequar a oferta de produção à demanda do mercado consumidor, a partir da otimização da potencialidade das unidades fabris e adequação do fluxo produtivo da integração ao planejamento industrial", diz a companhia em comunicado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário