domingo, 17 de agosto de 2014

Obras da estação Colégio Militar da Linha Leste do Metrô de Fortaleza são iniciadas

A partir desta sexta-feira (15/08), a Av. Santos Dumont será interditada entre as ruas Dona Leopoldina e Nogueira Acioli para a construção da Estação Colégio Militar da linha leste do metrô de Fortaleza. O acesso de alunos e funcionários ao Colégio Militar ficará garantido mediante a implantação de duas áreas de embarque e desembarque localizadas na rua Dona Leopoldina entre a avenida Santos Dumont e rua Costa Barros e outra na rua Nogueira Acioli também entre a av. Santos Dumont e a rua Costa Barros.

A intervenção, cujo prazo de duração é de 14 meses, contará com o apoio dos agentes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) que estarão orientando os motoristas durante os primeiros dias de obra.

Onze estações

O projeto da Linha Leste prevê a construção de onze estações: Estação da Sé, Colégio Militar, Luiza Távora, Nunes Valente, Leonardo Mota, Papicu, HGF, Cidade 2.000, Bárbara de Alencar, CEC e Edson Queiroz. Além dessas, haverá integração com as linhas Oeste e Sul na estação central Chico da Silva, totalizando doze estações. Serão 12,4 km de extensão. A linha Leste - a ser implantada pela Secretaria da Infraestrutura do Estado -Seinfra - será operada com trens elétricos que transportarão cerca de 400 mil pessoas diariamente quando integrado com os demais modais de transporte.


Serão investidos na construção da linha R$ 2,3 bilhões, o maior investimento em mobilidade urbana da história do Ceará. Os recursos são provenientes do Programa “Mobilidade Grandes Cidades”, do Governo Federal, do Orçamento Geral da União e financiamento da Caixa Econômica Federal. A contra-partida do Governo do Estado do Ceará é de pouco mais de R$1,034 bilhão. Os recursos estaduais serão usados para a Parceria Pública Privada, que contemplará o material rodante e sistemas e a operação dos quatro sistemas metroviários de Fortaleza. Esses recursos estaduais também serão usados para projetos, administração de obra, desapropriações e remoção de interferências.

Linha Leste em andamento

As obras da Linha Leste estão em andamento com os serviços de abertura do emboque - o túnel por onde entrarão as tuneladoras – localizado ao lado da estação Chico da Silva, sentido bairro do Papicu, que já está 90% pronto. As duas primeiras tuneladoras, segundo destacou o engenheiro Maurílio Banhos, diretor de obras subterrâneas do Metrofor, deverão estar montadas ainda neste mês de agosto. As outras duas tuneladoras iniciam a montagem imediatamente para em seguida serem transferidas para o emboque que está sendo aberto na avenida Washington Soares – trecho em frente ao Fórum Clóvis Beviláqua - , de onde escavarão os túneis no sentido centro da Capital.

O Shield, como é chamado a parte dianteira da máquina, responsável pela escavação, tem 6,9 metros de diâmetro e 10 metros de extensão e cerca de 460 toneladas. Ao todo, o shield e o backup (a parte restante da máquina) têm 125 metros de extensão, com cerca de 737 toneladas. O equipamento é composto ainda por Sistema de Transporte do material escavado, através de correias transportadoras; Sistema de montagem de anéis; Sistema de injeção de concreto grout, betonita, dentre outros sistemas auxiliares.

Desvios

As opções de desvio para quem segue na Av. Santos Dumont é dobrar à direita na R. Dona Leopoldina, à esquerda na R. Franklin Távora e à esquerda novamente na R. Nogueira Acioli, de onde fará a conversão à direita retornando para a Av. Santos Dumont. Para viabilizar os desvios, serão implantadas mudanças de circulação nas vias secundárias.

A R. Dona Leopoldina terá o sentido de circulação invertido, passando a operar no sentido praia/sertão, entre a Av. Santos Dumont e a R. Franklin Távora. A R. Franklin Távora concentrará o fluxo veicular no sentido oeste/leste no trecho compreendido entre as ruas Dona Leopoldina e Nogueira Acioli. Já na R. Nogueira Acioli será implantado sentido único, sertão/praia, desde a R. Franklin Távora até a Av. Santos Dumont, otimizando os deslocamentos e reduzindos os conflitos e riscos de acidentes.

Os veículos que seguem na Av. Dom Manuel devem utilizar  vias alternativas para acessar à Av. Santos Dumont como as ruas Pinto Madeira e Pereira Filgueiras. Condutores que preferirem utilizar a R. Pinto Madeira deverão dobrar à esquerda na R. João Cordeiro para retornar a Av. Santos Dumont. Já quem desejar seguir pela R. Pereira Filgueira entrará à direita na R. Gonçalves Ledo.

Alteração no itinerário de 10 linhas de ônibus

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) irá alterar o itinerário de dez linhas de ônibus e micro-ônibus que passam no entorno do Colégio Militar, na Aldeota, a partir desta sexta-feira (15/08).

As linhas 032 – Av. Borges de Melo II, 035 – Corujão/Parajana II, 042 – Ant. Bezerra/Francisco Sá/Papicu, 048 – Corujão/Parangaba/Papicu, 086 – Bezerra de Menezes/Santos Dumont, 833 – Cidade 2000/Centro que seguiam na Av. Santos Dumont passarão a dobra à direita na R. Dona Leopoldina, à esquerda na R. Franklin Távora, à esquerda novamente na R. Nogueira Acioly e retorna ao itinerário original seguindo pela Av. Santos Dumont.

Já as linhas 038 – Parangaba/Papicu, 089 – Expresso/Parangaba/Papicu, 713 – Santos Dumont/Perimetral e 753 – Cidade 2000/Sargento Hermínio que seguiam pela R. Dona Leopoldina terão que dobra à direita na R. Pinto Madeira, á esquerda na R. João Cordeiro e à direita na Av. Santos Dumont, por onde retornam ao itinerário original. Com a mudança de itinerário, uma parada na R. Dona Leopoldina será temporariamente desativada e uma nova parada provisória será instalada na R. Pinto Madeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário