terça-feira, 7 de outubro de 2014

Contas atrasadas aumentam em Fortaleza

O número de consumidores com contas em atraso em Fortaleza aumentou em setembro. O número passou de 15,5%, em agosto, para 19,3% neste mês. O tempo médio de atraso é de 61 dias e a principal justificativa da população é o desequilíbrio financeiro. O percentual de comprometimento da renda familiar também cresceu e é o mais elevado, desde janeiro de 2013, quando o índice foi de 30,4%.
Com informações do Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário