sábado, 11 de outubro de 2014

Justiça diz que depoimentos de Costa e Youssef foram em audiência pública

Agência Brasil
A Justiça Federal em Curitiba divulgou hoje (10) nota à imprensa para rebater críticas sobre o suposto vazamento dos depoimentos prestados pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef nas ações penais da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.
A direção da Seção Judiciária do Paraná esclarece que a tramitação das ações penais oriundas da operação são públicas e não podem ser confundidas com a delação premiada assinada por Costa e o doleiro, cujo conteúdo é sigiloso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário