sábado, 15 de novembro de 2014

Empresas de Youssef receberam R$ 90 milhões de empreiteiras com contratos com a Petrobras


Mais de 300 policiais federais e 50 servidores da Receita Federal participaram da operação.

Agência  Brasil
A investigação da Polícia Federal (PF) descobriu, na sétima fase da Operação Lava Jato, que as contas bancárias das empresas MO Consultoria e GFD Investimentos, controladas pelo doleiro Alberto Youssef, receberam R$ 90 milhões entre 2009 e 2013. Por meio da quebra de sigilo fiscal, a PF identificou que o valor foi depositado pelas empreiteiras Mendes Júnior, Engevix, Galvão Engenharia e OAS, cujos dirigentes tiveram prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. Leia Mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário