terça-feira, 25 de novembro de 2014

Subtenente não lembra o que aconteceu

O subtenente do Exército Brasileiro (EB) Francilewdo Bezerra Severino, 45, foi informado ontem de que seu filho, Lewdo Ricardo Coelho Severino, nove anos, foi morto envenenado por chumbinho, agrotóxico proibido usado para matar ratos. O homem, que está preso acusado de cometer o crime e internado desde o último dia 12 no Hospital Geral do Exército, por também ter ingerido a mesma substância, segundo seu advogado, não recorda de nada do que ocorreu naquela madrugada.
Com informações do Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário