sábado, 6 de dezembro de 2014

BALANÇO: DHPP prende 24 homicidas em novembro

Além das prisões, a Polícia apreendeu 11 armas. Entre elas, pistolas de uso restrito - calibre ponto 40 e revólveres

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), através da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), prendeu no último mês de novembro, 24 pessoas envolvidas direta ou indiretamente em crimes de homicídios praticados na Capital, Região Metropolitana e no Interior do Estado. Além disso, 11 armas foram retiradas de circulação pela especializada. Entre elas, pistolas de uso restrito - calibre ponto 40 e revólveres. 
De acordo com o Delegado Ricardo Romagnoli, diretor da DHPP, os números elevados de prisões e apreensões estão diretamente ligados às ações integradas com a Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), com apoio das delegacias distritais e da Polícia Militar (PM). 

Somente na Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2) do Estado, foram realizadas dez prisões, entre elas as de Elvis da Silva Lima e Cristiana Bezerra Alencar, além da apreensão de um adolescente de 17 anos. O fato ocorreu no último dia 14. Eles foram surpreendidos pela Polícia momentos antes de praticarem um duplo homicídio no bairro Bonsucesso. Com eles, foi apreendida uma pistola calibre ponto 40 e um revólver de calibre 38.
Outra prisão de destaque foi realizada no último dia 10, na AIS 3, quando a DHPP conseguiu prender em flagrante Benedito Ferreira da Silva, suspeito de assassinar, a golpes de faca, seu enteado Ismael Correia da Silva. O crime foi praticado no bairro do Papicu. 
No último dia 25, a DHPP cumpriu um mandado de prisão preventiva contra Guilherme Areal de Sousa, vulgo “Sapo”, que já responde por porte ilegal de arma de fogo, receptação e homicídio. De acordo com as investigações, “Sapo” é o principal suspeito de executar Manoel Ferreira da Silva Neto, morto a tiros no dia 02 de março deste ano, na Rua Fenelon Romilcar, no bairro Jardim Iracema, na AIS 01. A motivação do crime seria partilha de drogas. “Sapo” foi capturado na casa de sua mãe, no mesmo bairro onde praticou o delito.
Para o Delegado Ricardo Romagnoli, a população tem colaborado bastante com os trabalhos investigativos ao denunciar os fatos criminosos de que têm conhecimento e ao demonstrar confiança na Polícia. “Nosso trabalho continuará, com o apoio da população, de forma integrada com as demais forças de segurança e focada na elucidação dos crimes de morte praticados em nosso Estado, com vistas à diminuição do índice de homicídios no Ceará, já experimentada nos últimos quatro meses”, concluiu o diretor da DHPP.

Fonte: Site da Policia Civil

Nenhum comentário:

Postar um comentário