sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Cresce o número de trabalhadores com mais de 50 anos, diz IBGE

Homem, Venda De Máquinas De Barbear
Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que as empresas estão apostando na experiência de trabalhadores mais velhos.Em seis regiões metropolitanas, o número de brasileiros com mais de 50 anos que estão trabalhando cresceu 68% nos últimos oito anos. São elas Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. São quase cinco milhões de pessoas.
"Os clientes me procuram pra ajudá-los. E eu tenho o maior prazer de ajudar", diz Geraldo Gomes, de 74
anos, empacotador de um supermercado de São Paulo. Um dos colegas dele, Antônio Coutinho, de 58 anos, estava sendo disputado quando entrou na empresa. "Havia outras duas oportunidades e preferi estar aqui nesse trabalho", conta.

Há seis anos, essa rede de supermercados onde eles trabalham criou um programa de inclusão social. Até hoje, foram contratadas mais de mil pessoas acima dos 50 anos. "Você traz a sabedoria de quem tem mais idade. Isso somado à rapidez, à ânsia, à ambição do jovem, dá uma mistura muito positiva", comenta Vandreia Oliveira, gerente de RH.

Contratar pessoas mais velhas deixou de ser só marketing social e se tornou um bom negócio, diz o economista Nelson Barrizzelli. "São pessoas que, dentro do ambiente empresarial, dão excelentes exemplos. Então passou a ser uma atividade que traz beneficio e retorno para a empresa."

E não é que o pessoal mais velho queira trabalhar só para ter uma atividade ou ajudar na aposentadoria. Muitos entram no mercado pra valer. É o caso de Paulo Ricardo Lomônaco, de 62 anos, futuro gerente de restaurante. Ele foi contratado no ano passado como garçom e começou nesta quinta-feira (22) o treinamento para a nova função. "É uma lustrada no ego, uma felicidade bem grande de poder ser útil nessa idade. Achei excelente", diz.

Do G1, com informações do Jornal Nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário