sábado, 24 de janeiro de 2015

Governo pede a população que economize água


Queda, Água, Chuva, Tear, Lágrima 


O governo monitora o assunto através de reuniões feitas semanalmente

Demorou mas o  governo federal assume agora que a crise de água é “preocupante” e pede ajuda da população. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, considera “sensível” e “preocupante” o cenário de abastecimento de água no país. Apesar da
perspectiva de chuva para os próximos dez dias na região, o diagnóstico é de que nunca se viu nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais (região metropolitana de Belo Horizonte) uma seca tão grande nos últimos 84 anos, disse ela depois de reunião no Palácio do Planalto, com outros ministros, para discutir a situação dos reservatórios de água e as previsões de chuva.

Vale lembrar que a água é usada para gerar energia e para o consumo humano e a economia tem que ser feita tanto de energia como de água. O consumo desses dois itens tem sido exagerado por causada onda de calor que assola várias cidades brasileiras é preciso que o governo tome uma atitude mais drástica como por exemplo o racionamento por exemplo. 

O governo monitora o assunto através de reuniões feitas semanalmente pelos técnicos do governo, ontem a reunião foi ampliada, com a participação de representantes de sete ministérios, para nivelar a informação do que “está acontecendo”. Além da pasta de Meio Ambiente, estiveram presentes os titulares da Casa Civil (Aloizio Mercadante), de Minas e Energia (Eduardo Braga), da Integração Nacional (Gilberto Occhi), do Desenvolvimento Agrário (Patrus Ananias) e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (Tereza Campello). Vamos torcer para que essas reuniões deem certo e que a pasta de Meio Ambiente trabalhe cada vez mais em projetos de racionalização do uso da água e informe a real situação ao cidadão brasileiro.

Com informações da Agência Brasil 

Nenhum comentário:

Postar um comentário