sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Governo da Indonésia não gosta da atitude de da presidenta Dilma Rousseff


Muito engraçado o governo da Indonésia que não gostou do gesto de Dilma Rousseff que não recebeu as credenciais de seu novo embaixador  Toto Riyanto. Com certeza a execução de Marco Archer, condenado à pena de morte por tráfico de drogas, fuzilado em 17 de janeiro foi uma itolerancia do governo daquele pais contra o nosso. A presidenta pediu tanto e não foi
atendida. Não entendemos porque o embaixador brasileiro foi chamado para “transmitir os termos mais fortes possíveis de protesto para o ato hostil do governo do Brasil”. Atualmente, outro brasileiro, Rodrigo Gularte, condenado à morte pelo mesmo crime, aguarda o cumprimento da sentença e pelo jeito não há conversa.
Com informações da Agência Brasil




Nenhum comentário:

Postar um comentário