sábado, 28 de março de 2015

Discussão por casa termina em prisão e morte


Quem ganhou nessa história?  

O crime que aconteceu em São Paulo no ultimo domingo dia 22 onde o cabo Gilson de Souza Teixeira, do 5º Batalhão da Polícia Militar, matou a advogada Jurema Cristiane Bezerra da Silva, de 39 anos, com três tiros no peito e feriu outras duas pessoas da mesma família: um irmão dela, de 17 anos, e a nora, Gabriela que estava grávida teve mais uma consequência o bebê morreu na madrugada desta quinta feira.


O motivo do crime foi uma casa que é ocupada pela irmã do policial, mas reivindicada pela família de Jurema - para quem Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) concedeu a propriedade.

Segundo informações de telejornais a briga já é velha, foram feitos cinco boletins de ocorrência  devido a maus tratos que o cabo dispensava a família das vitimas por causa da casa.

O cabo esta preso e responderá por homicídio doloso na Justiça comum e será expulso da corporação e a  família esta com duas pessoas mortas .
As vezes fico pensando até que ponto chegam as pessoas, uma situação que já estava resolvida e uma das partes não se conformava com a decisão. As pessoas precisam cumprir a lei por uma vida melhor. Agora o cabo esta preso ficou sem a casa e a família carrega a dor de duas mortes. 

Quem ganhou nessa história? 

Com informações da revista Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário