domingo, 15 de março de 2015

Manifestação em Fortaleza se concentra na Praça Portugal

Protesto chega à Beira-Mar de Fortaleza (Foto: Gabriela Alves/G1 CE)
Foto G1/CE
Agência Brasil
Em Fortaleza, a manifestação contra a corrupção no Brasil e o governo da presidenta Dilma Rousseff foi de manhã, na Praça Portugal, na Aldeota, bairro nobre da capital. A Polícia Militar calculou que havia 15 mil pessoas no protesto; os organizadores estimaram os participantes em 20 mil pessoas.
A maioria dos manifestantes vestia roupas com as cores da bandeira brasileira e levantava faixas com frases de rejeição ao PT e à presidenta.
“Toda essa política suja que temos hoje se processou pela nossa omissão. Com esse ato, mostramos que o povo está vigilante, não está passivo. Esperamos que a pressão popular norteie as decisões do Legislativo. Nosso objetivo é fazer com que as pessoas ocupem os espaços e encontrem formas de se engajar na política, não necessariamente de forma partidária”, disse o arquiteto Paulo Angelim, um dos organizadores do protesto.
Por volta do meio-dia, os manifestantes saíram da Praça Portugal em direção à Avenida Beira-Mar, na Praia de Iracema. No caminho, algumas pessoas se dispersaram, indo para os restaurantes e barracas de praia próximos.
O ato foi finalizado no Jardim Japonês, na Beira-Mar, onde houve discursos e a execução do Hino Nacional. Os participantes também cantaram trechos da música Pra não Dizer que não Falei das Flores, de Geraldo Vandré, considerada símbolo da resistência à ditadura militar (1964-1985).

Nenhum comentário:

Postar um comentário