sábado, 18 de abril de 2015

Chineses trabalhavam em regime de escravidão em pastelaria do Rio

Resultado de imagem para trabalho escravo
Google Imagens


A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Rio de Janeiro resgatou, nesta sexta-feira (17), dois trabalhadores chineses, que viviam em regime de trabalho análogo à escravidão em uma pastelaria da Rua Camerino, no centro da capital fluminense.

A pastelaria, de acordo com filmagens da equipe de auditores-fiscais, não tem condições de dar vida digna aos trabalhadores que lá
habitam. Além disso, o comunicado da superintendência destaca a “visível degradação” do ambiente de trabalho.

O resgate foi motivado pelas condições degradantes de trabalho e alojamento, além de servidão por dívida, envolvendo famílias que ficaram na China, e jornadas de trabalho superiores a 16 horas por dia.
Com informações da Agência Brasul

Nenhum comentário:

Postar um comentário