sábado, 18 de abril de 2015

Três pessoas são presas no Bom Jardim

Policiais civis do 32º Distrito Policial (DP) capturaram, em duas ações distintas, três pessoas nessa quinta-feira (16) no bairro Bom Jardim. Entre os presos, um possuía um mandado de prisão em aberto por homicídio.
 
Pela manhã, os policiais capturaram Tiago Silva Barros (23), conhecido como “Esquilo” ou “Bate Asa”, que possuía mandado de prisão em aberto por homicídio e responde por violência doméstica e dano ao patrimônio. Ele foi preso em sua residência, localizada na Rua João Vitor, Bom Jardim. O mandado de prisão cumprido é referente ao homicídio de David de Paula Gaudino (29), ocorrido em 2013. As motivações do delito estão sendo investigadas. Além do mandado em aberto, Tiago foi preso por roubo. Ele é suspeito de cometer um assalto no último dia 11 no bairro onde reside. Na ocasião, foram levados uma motocicleta e aparelhos celulares. Sendo ele, inclusive, reconhecido pelas vítimas.

Já na tarde de ontem, os policias prenderam Lenílson Ribeiro Ferreira da Silva (24), conhecido como “Leno”, que responde por roubo e furto qualificado, e Adoniram Judson Rabelo Silva (25), conhecido como “Juju”, que não possuía antecedentes criminais. Os dois foram capturados, respectivamente, nas Ruas Maranguape e Manoel Galdino. Com os presos, os policiais apreenderam um carro Fiat Uno Vivace de cor azul e placas NNE-9749, além de um revólver de calibre 38 municiado e aparelhos celulares.
 
A dupla é acusada de assaltar na noite da última quarta-feira (15) uma lanchonete localizada no Siqueira. Na ocasião, a dupla foi reconhecida pelas vítimas. A Polícia procura um terceiro envolvido no assalto.
 
De acordo com a delegada Evna Paixão, titular do 32º DP, Leno já era investigado pelos policiais por envolvimento em um assalto a uma casa lotérica, no dia 11 de fevereiro deste ano. Durante depoimento prestado à delegada, Leno confessou sua participação neste assalto. “Com a prisão do Leno e de seu comparsa novas vítimas devem comparecer à delegacia, a fim de reconhecê-los como autores de outros delitos”, finalizou a delegada.

Fonte: SSPDS

Nenhum comentário:

Postar um comentário