terça-feira, 28 de abril de 2015

Vença o medo de falar em público



Falar Em Público, Talker, Educação
Saber falar em público passou a ser um dos requisitos básicos para quem deseja uma promoção, ir bem aos trabalhos escolares, se destacar em uma entrevista, vender um produto ou apenas manter o emprego atual. Contudo, muitas pessoas têm essa dificuldade em ter uma boa desenvoltura em público. No entanto, essa prática é aperfeiçoada por meio de cursos especializados. E mesmo os mais tímidos podem se sobressair e impressionar chefes, clientes e colegas.


Hoje em dia, um curso de oratória, por exemplo, vem sendo uma alternativa eficaz. Além de ensinar a falar com segurança, é possível aprender a como usar a expressão corporal ou até mesmo a tomar cuidados com a voz e entonação. O curso ainda auxilia a utilizar certamente a recursos audiovisuais, além de obter a capacidade de organizar ideias e dados. Muitas vezes a dificuldade em falar em público está relacionada a vários fatores. Dentre eles:

·         Falta de conhecimento sobre o assunto;
·         Ordenação didática do pensamento;
·         Não ter prática e experiência em falar com muitas pessoas;
·         Falta de autoconhecimento;

Segundo pesquisa publicada na Associação Brasileira de Recursos Humanos, 41% das pessoas têm mais medo de falar em público do que morrer. Esses problemas estão relacionados ao nervosismo, timidez, ansiedade e a falta de concentração.
Pensando em ajudar aqueles que além de tímidos possuem dificuldade de expressar-se, reunimos algumas dicas que poderão ser a luz do fim do túnel para esses transtornos:

1.       Aproveite oportunidades
Não vincule a timidez com a incapacidade de comunicação em público. Aproveite oportunidades, busque situações em que você pode expor suas opiniões com mais controle. Curso de teatro também é uma boa opção.
2.       Não está falando de si
Ao falar em público, não esqueça de que você está defendendo uma ideia e não a você mesmo. Se o conteúdo não agradar ao público, não associe isso com seu lado pessoal. Uma ideia que não seja aceita não significa que negativa. Encare-a como uma crítica construtiva profissional.          

3.       Estude o tema
Prepare-se, estude bem o tema a ser discutido. Cuide do seu estado físico também. Comer direito e dormir bem são essenciais. Do contrário, a pessoa pode processar de forma mais lenta, perdendo assim, o raciocínio do assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário