terça-feira, 12 de maio de 2015

Reformulação do Ronda: Policiais participam de curso com foco em acolhimento social

 RRonda
A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio da Polícia Militar, iniciou, esta semana, o primeiro Curso de Excelência de Polícia de Acolhimento Social. A formação, iniciada com 155 policiais, faz parte de um dos compromissos de campanha do governador Camilo Santana, a reestruturação do Ronda.

O curso é voltado aos policiais que atuarão no Grupo de Apoio às Vítimas de Violência (GAVV) e
que farão parte das 25 Unidades Integradas de Segurança (Unisegs), divididas nas seis Áreas Integradas de Segurança (AISs) de Fortaleza. “O curso treinará melhor os policiais para que, integrados com a Polícia Civil, nessa reestruturação da Ronda, consigam ter uma aproximação maior com a comunida­de e dar uma resposta mais rápida contra a ação dos bandidos”, explica o capitão Messias Mendes, professor do curso.

O curso vai até julho e conta com seis módulos, sendo eles, Polícia de Acolhimento Social; Mediação de Conflitos; Metodologia de Moderação para Identificação de Problemas e Planejamentos de Soluções; Política de Prevenção a Uso Indevido de Drogas e Entorpecentes; Direitos Humanos; e Mobilização Social.

A reestruturação do Ronda
O Ronda passa por remodelação pela SSPDS e vai ser efetivado a partir de julho deste ano. A implantação do novo modelo será gradual, primeiro em Fortaleza e depois na Região Metropolitana da Capital e Interior. O novo projeto terá como slogan “De mãos dadas com você”.

A reestruturação em Fortaleza contará com a criação de 25 Unidades Integradas de Segurança (Unisegs), divididas nas seis Áreas Integradas de Segurança (AISs) da cidade. Cada Uniseg possuirá uma companhia do Ronda e uma delegacia da Polícia Civil funcionando 24 horas.

As 25 companhias do Ronda possuirão 88 policiais cada e terão o funcionamento de um Núcleo de Policiamento e Acolhimento Social, responsável pelas políticas comunitárias, como o Ronda Maria da Penha, o Grupo de Apoio às Vítimas de Violência e visitas comunitárias com foco nas escolas e equipamentos de enfrentamento à drogadição. Além disso, Bases Móveis do Ronda serão deslocadas para pontos críticos da cidade. Estruturalmente, as companhias serão dotadas com uma van, seis viaturas, duas motos e equipamentos de comunicação.

Ao todo, serão 2.200 homens em atuação na Capital. O cronograma de implementação contempla cinco áreas em julho: Vicente Pinzón, São Miguel, Genibaú, Praia de Iracema e Bom Jardim. Ainda este ano, outras cinco áreas serão contempladas em Fortaleza. As 15 Unisegs restantes serão instaladas até setembro de 2016.

A SSPDS realiza levantamento para a criação de 28 Unisegs no Interior e 14 na Região Metropolitana de Fortaleza. A intenção é iniciar as ações na RMF e em Juazeiro do Norte e Sobral ainda este ano.


12.05.2015

Assessoria de Comunicação da SSPDS

Nenhum comentário:

Postar um comentário