sábado, 13 de junho de 2015

Sugestão de fonte: Febre nas academias, o "Crossfit" requer dieta especial para otimizar os resultados


O crossfit, treinamento militar que virou febre nas academias de todo o Brasil, ganha cada vez mais adeptos em busca de emagrecimento e definição com o programa que mescla exercícios de alta intensidade com atividades intercaladas. Mas, como toda boa rotina esportiva, é necessário aliar uma dieta proporcional ao ritmo de exercícios para chegar ao objetivo desejado.

SUGESTÃO DE FONTE: O nutricionista Daniel Coimbra alerta que atletas, que fazem treinos intensos como esse, precisam seguir uma dieta especial para fornecer nutrientes que dão energia para um treino eficiente e, ao mesmo tempo, facilitar a recuperação muscular no pós-treino. Isso promove estímulo ao ganho de músculos e, dependendo do caso, melhora a perda de gordura corporal.

Na chamada "dieta crossfit", são recomendados alimentos ricos em proteínas magras, como, por exemplo, o frango, carne vermelha (escolher o corte Patinho), peixes, queijos magros e ovos, sendo que os alimentos industrializados e refinados, como o açúcar, bolachas e refeições prontas para consumo, como, por exemplo, lasanhas semiprontas devem ser evitadas.

Confira as recomendações do nutricionista Daniel Coimbra para a Dieta do Crossfit*:

Antes do treino de crossfit (1 a 2 horas) - consumir carboidratos complexos, como aveia, pão integral, batata doce, arroz integral, acompanhando por proteínas magras (frango grelhado ou queijos magros);

Durante o treino de crossfit - caso o treino dure mais de 1 hora consumir carboidratos líquidos e de fácil digestão em baixas concentrações na água;

Imediatamente depois do treino - é importante comer alimentos ricos em proteína e carboidratos (tilápia grelhada + arroz integral; batata doce + frango grelhado ou assado sem óleo; carne moída patinho + macarrão integral);

Curto prazo após treino (até 2 duas horas após) - comer alimentos ricos em carboidratos, como pão, massas, batata, arroz, juntamente com proteína magra, como carne de frango ou peru e peixes. Podendo acrescentar gorduras boas, por exemplo, azeite de oliva e oleaginosas.

Longo prazo após o treino - continuar mantendo o consumo de proteína em todas as refeições e, quanto mais longe do horário do treino, ir reduzindo os carboidratos gradativamente.

Cardápio da dieta crossfit

Um exemplo de menu da dieta crossfit pode ser:

Café da manhã (antes do treino) - Banana prata + aveia em flocos + linhaça em semente + queijo minas frescal light;

Depois do treino - pão integral (sem farinha branca) + queijo cottage + frango desfiado + iogurte natural desnatado;

Almoço - bife de frango grelhado com arroz integral e salada de rúcula, repolho roxo e tomate, temperados com azeite e vinagre. Para sobremesa, melão;

Lanche - mix de oleaginosas com claras de ovo (na forma de omelete ou cozidas);

Jantar - tilápia grelhada + batata doce cozida ou arroz integral cozido + brócolis + salada verde com azeite de oliva.

*As quantidades necessárias para se consumir em cada refeição dependem da intensidade e horas de treino, da composição corporal e da individualidade biológica, por isso, é fundamental o aconselhamento de um nutricionista para indicar quais as quantidades específicas em cada caso.

Fonte: Capuchino Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário