sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Polícia desmonta esquema ilícito de distribuição de internet

 

Policiais civis do 2º Distrito Policial (DP), prenderam um homem suspeito de fornecer serviços de internet de forma clandestina nos bairros Canindezinho, Bom Jardim e Siqueira – situados na Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2) da Capital.

Ao todo, moradores de 100 residências possuíam acesso à internet pagando de R$ 60 a R$ 80. O  preso se trata de Matias Marques de Oliveira (49), que não possuía antecedentes criminais. Ele foi preso em sua residência, na Rua Pedro Martins, Bom Jardim. O imóvel servia como ponto de distribuição para a internet. Através do sinal Wifi, ele disponibilizava o acesso à rede cobrando valores a baixo de mercado. Na casa, os policiais apreenderam um servidor de uma empresa de internet, quatro aparelhos roteadores, seis CPUs e uma agenda com a contabilidade do negócio ilícito e informações sobre dos clientes.

Matias Marques foi conduzido ao 2º DP, onde foi autuado em flagrante por estelionato e por desenvolver clandestinamente atividades de telecomunicação. Em depoimento, ele confessou o delito e relatou que o negócio ilícito era praticado há, pelo menos, dois anos.

Fonte: Site da Policia Civil 

Nenhum comentário:

Postar um comentário