sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Governo intensifica debate sobre a legalização dos jogos de azar


 

Proposta permite a volta de bingos, cassinos, jogo do bicho e caça-níqueis.


Uma discussão polêmica foi mais uma vez discutida nesta quinta-feira (17) durante reunião da presidente Dilma Rousseff e ministros e parlamentares no Palácio do Planalto: a legalização dos jogos de azar no país para aumentar a arrecadação.

De acordo com relatos de deputados que participaram do encontro,o governo analisa a possibilidade de permitir a volta de bingos, casinos, jogo do bicho e caça-níqueis, com a justificativa de cobrir o rombo nas contas públicas.
Até a próxima semana, os líderes devem levar à presidente e a sua equipe a receptividade de suas bancadas à proposta.

O projeto determina que entre 60% e 70% do arrecadado vá para a premiação, 7% para os Estados, 3% para os municípios, e o restante, para a empresa autorizada a explorar a atividade do jogo.

No início de seu primeiro mandato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi favorável à legalização de bingos como forma de criar novas fontes de arrecadação.

O governo acabou recuando após o escândalo Waldomiro Diniz, o ex-acessor da Casa Civil, flagrado cobrando propina do empresário dos jogos Carlos Cachoeira.



Mais  um absurdo deste governo pois todos sabem o que o jogo atrai de mal. Mesmo legalizado ele alimentará toda uma rede de agiotas, prostituição , bebidas e drogas e em muitos casos o vicio que desagrega as famílias. Para mim o governos esta perdido!  

Nenhum comentário:

Postar um comentário