sábado, 31 de outubro de 2015

[Coluna Falando S/A] Casas Bahia espera ganhos de eficiência para os próximos trimestres

 Nova Coluna Falando S.A.

Casas Bahia espera ganhos de eficiência para os próximos trimestres
Peter Estermann, o novo presidente da Via Varejo disse à Agência Reuters que a empresa de móveis e eletroeletrônicos espera para os próximos trimestres ganhos de eficiência obtidos com os cortes de custos e de pessoal realizados desde o segundo trimestre. A Via Varejo, dona das marcas Ponto Frio e Casas Bahia, espera que as iniciativas de cortes de despesas, que além de redução de quadro de funcionários e fechamento de lojas também inclui renegociação de aluguéis, tenham impacto positivo anualizado de 1 bilhão de reais nos resultados da companhia.

Hering aumenta seu lucro
Segundo o site da Agência Reuters a varejista de moda Cia Hering teve lucro líquido de 97,8 milhões de reais no terceiro trimestre, alta de cerca de 38 por cento na comparação com o mesmo período de 2014, apoiada em parte por ganho gerado por encerramento de unidade no exterior. A Cia Hering encerrou setembro com 824 lojas, duas a menos que no final de junho. Um ano antes, a base de lojas da empresa era de 781 unidades.
Raia Drogasil teve lucro maior
A rede de varejo farmacêutico Raia Drogasil teve lucro líquido de 84,3 milhões de reais no terceiro trimestre, alta de 24 por cento sobre um ano antes, em um resultado em que a companhia elevou a previsão de abertura de lojas neste ano. A empresa possui 1.177 pontos em operação no país. (Agência Reuters).
Bradesco lucra e traz boas notícias para a economia
Hoje notícias boas não faltam, o Bradesco registrou lucro de R$ 4,120 bilhões no terceiro trimestre, com crescimento de 6,3% em comparação com o mesmo período do ano passado. O diretor-executivo Luiz Carlos Angelotti disse que Bradesco trabalha com um cenário de estabilidade ou leve alta de seus índices de inadimplência até por volta do fim do primeiro semestre de 2016, o banco também prevê crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro a partir de 2017.
Governo gasta menos
O chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel, disse hoje (29) que a redução do déficit do setor público em relação a 2014 deveu-se à diminuição nas despesas, principalmente com investimentos. Segundo dados do BC, o deficit primário em setembro deste ano foi R$ 7,318 bilhões ante R$ 25,49 bilhões no mesmo mês do ano passado

Nenhum comentário:

Postar um comentário