terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Entre patos, peru e pintos


 Imagem para o resultado de notícias

Hoje foi mais um dia daqueles. O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf anunciou que vai apoiar o processo de impeachment da presidenta Dilma segundo ele  91% dos empresários paulistas apoiam o processo de impeachment da presidenta da República Dilma Rousseff. Eles não querem pagar o pato.

A FIESP lançou a campanha e o Paraná também aderiu “Não vou pagar o pato”, que protesta contra o aumento de imposto, a criação de mais tributos e a volta da CPMF, proposta pelo governo Dilma. O pato tão bonitinho esta em todo o pais .É época de peru e não pato.

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS)faz campanha pelo Facebook pedindo que todo brasileiro envie um e mail para seu deputado pedindo para votar contra o corte. Estes com certeza vão pagar o pato.

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou nesta segunda-feira (14) denúncia contra o pecuarista José Carlos Bumlai e mais 10 pessoas por crimes como lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta, corrupção ativa e passiva. Esses pagaram o pato.

A população, coitada vai pagar o pato e não vai ter grana para pagar o peru, pernil e olhe lá se sair um frango, pelo preço só vai dar para comprar um pinto, um pintinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário