domingo, 6 de dezembro de 2015

PF investiga esquema de fraudes em laticínios em Pernambuco

Recife/PE – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta feira (4/12) a Operação Longa Vida, que visa combater fraude na adulteração do leite produzido por empresas de laticínios de Pernambuco.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, em empresas ligadas à produção de leite industrial e vários mandados de condução coercitiva, visando obter informações dos responsáveis técnicos e legal, da política leiteira, supervisores de qualidade, químicos, alguns servidores do Ministério da Agricultura Permanente e Fiscais Federais Agropecuários.

As investigações começaram em março deste ano quando o Ministério da Agricultura identificou, após autuações administrativas, vários produtos e seus derivados de leite com suspeita de adulteração, o que também era queixa de vários consumidores que relatavam problemas com os produtos com cheiro e alteração na sua composição e também por envolver a suspeita de participação de servidores do aludido órgão sendo coniventes com a adulteração do leite promovido por omissão na fiscalização.

Por meio de análises e perícias realizadas pela Polícia Federal e pelo Ministério da Agricultura, ficou constatado que os produtos possuíam vários tipos de adulteração em sua composição, como, água, sacarose e alto teor de ácido lático. Durante o ano, o Ministério da Agricultura havia apreendido em alguns dos laticínios investigados manteiga e queijo com salmonela e bactéria causadora da meningite.

As investigações apontam que o cometimento de crime contra a saúde pública previsto no artigo 272 do código penal,  cuja pena varia de 4 a 8 anos, sendo apurada também possível corrupção de servidor público federal, crime previsto no art. 317 também do Código Penal cuja pena pode chegar até 12 anos de reclusão.

Fonte: Site da Policia Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário