quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Prefeitura de Fortaleza apresenta ações para reduzir acidentes de trânsito

 Mobilidade Urbana

As iniciativas fazem parte de uma parceria entre a Prefeitura e o Programa de Segurança Viária da Bloomberg Philanthropies, instituição filantrópica americana

Foto: Thiago Gaspar

Para reduzir acidentes no trânsito, a Prefeitura de Fortaleza inicia a partir de janeiro novas ações do Programa de Segurança no Trânsito de Fortaleza, envolvendo atividades de educação, fiscalização e infraestrutura. As iniciativas fazem parte de uma parceria entre a Prefeitura e o Programa de Segurança Viária da
Bloomberg Philanthropies, uma instituição filantrópica com sede em Nova Iorque que objetiva traçar ações de curto, médio e longo prazos para conter e reverter a tendência crescente de fatalidades e ferimentos graves no trânsito.

Fortaleza foi uma das dez cidades selecionadas em todo o mundo para participar do programa da Bloomberg Philanthropies, que oferecerá à capital uma assistência técnica de especialistas globais em segurança no trânsito. O programa prevê treinamento para agentes e setores de inteligência do trânsito, campanhas educativas, ações de redução de acidentes, a exemplo das faixas elevadas e em diagonal para pedestres, além do estímulo ao uso de bicicletas nos deslocamentos urbanos.

Mais que benefícios para a mobilidade urbana em Fortaleza, as ações visam promover uma humanização do trânsito e tentar resolver aspectos da saúde pública, já que o desafio é reduzir, nos próximos cinco anos, o número de acidentes de trânsito em Fortaleza. 

O Programa de Segurança no Trânsito de Fortaleza será baseado no monitoramento dos dados de acidentes de trânsito, com estudo sobre o desenho urbano e vias seguras, além de ações de fiscalização, educação, comunicação, mídia e marketing.
Grande parte dos atendimentos do Instituto Doutor José Frota (IJF) é por conta de acidentes de trânsito. Segundo a secretária de Saúde, Socorro Martins, apenas em 2014, a unidade hospitalar atendeu 23 mil vítimas de acidentes.

Com informações da PMF

Nenhum comentário:

Postar um comentário