quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Grupo criminoso é interceptado com arsenal na Região Metropolitana de Fortaleza


 

Horizonte
Um grupo criminoso formado por quatro homens foi interceptado com seis armas de fogo em uma ação desenvolvida pela Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A operação, que ocorreu na noite de ontem (25), em Horizonte, Área Integrada de Segurança 9 (AIS 9) do Estado, contou ainda com o apoio de policiais militares do município. Entre as armas apreendidas com eles está uma da Polícia Civil do Ceará (PCCE) e outra de um policial militar.

A ofensiva foi efetuada após denúncia de que os capturados se preparavam para práticas criminosas na região. Eles são suspeitos de cometerem assaltos em sítios e estabelecimentos comerciais situados no município e em cidades como Cascavel, Pacajus e Pindoretama. Um dos presos é foragido da Cadeia Pública de Cascavel.

Duas pistolas calibres nove milímetros e ponto 40, três revólveres, sendo um cal. 32, um cal. 38 - pertencente a um policial militar - e outro cal. 38 - pertencente à Polícia Civil - e uma espingarda de pressão, além de carregadores e munições. Este foi o arsenal encontrado pela Polícia, dentro de uma mochila, com os suspeitos.

Foram presos: Estenio Vitor Alves de Oliveira (26), que é foragido da cadeia de Cascavel e possuía mandado de prisão preventiva em aberto por conta de uma sentença condenatória por roubo, além de responder por homicídio, roubo, receptação, porte ilegal de arma de fogo e por falsa identidade; Francisco Franklin Costa Pereira (24), que responde a procedimentos policiais por ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem e por roubo e violência doméstica; Mateus Santos de Lima (21), que não possuía antecedentes criminais; e Antonio Aldemir da Silva (43), também sem passagem pela Polícia.

O flagrante se deu em uma casa que fica na Rua Enir Santos, no Centro. A composição policial se deparou com os quatro suspeitos em frente ao imóvel. Eles tentaram empreender fuga para dentro da residência, mas logo foram capturados. Apurações indicam que o imóvel, pertencente a Aldemir, era utilizado para guardar as armas usadas pelos infratores.

Todos foram conduzidos à Delegacia Metropolitana do Eusébio – plantonista da área – e autuados com base nos Artigos 12 e 16 do Estatuto do Desarmamento e por associação criminosa. O procedimento policial sobre o caso foi transferido para a Delegacia Metropolitana de Horizonte – da área onde ocorreu o fato.

DenúnciaA população pode ajudar a Polícia, delatando a prática criminosa que tem conhecimento. Para denunciar, basta ligar para o disque-denúncia da SSPDS, por meio do número 181, o sigilo é garantido.

Fonte:SSPDS

Nenhum comentário:

Postar um comentário