sábado, 13 de fevereiro de 2016

Corte provisório no Orçamento chega a R$ 7,7 bilhões no Poder Executivo



CORTE PROVISÓRIO
O governo federal decidiu ontem um corte provisório de R$ 7,7 bilhões nas despesas discricionárias (não obrigatórias) dos ministérios e dos demais órgãos do Poder Executivo, segundo a Agência Brasil.

O teto de 3/18 valerá até março.Esta é a segunda vez no ano que o governo estabelece os limites para empenho de valores pelos órgãos, fundos e entidades do Poder Executivo, que só poderão empenhar despesas até o limite especificado.

Esses cortes vão ajudar o governo a cumprir seus objetivos e tem com missão dar um recado aos ministros: Gastem menos. O governo de empenha em fazer a coisa certa mas os gastos publicos continuam pesados. O governo federal tem que economizar porque a arrecadação cai todos os meses e parece que o povo não tem mais de onde tirar. A situação esta difícil e pede cautela.

Redator do Blog com Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário