sábado, 20 de fevereiro de 2016

Fábricas falidas da Mabe são ocupadas no interior paulista

 CRISE
Os ex-funcionários da fabricante de eletrodomésticos Mabe ,que teve sua falência decretada no ultimo dia 15 de fevereiro, cobram o recebimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o seguro-desemprego.



Ao todo segundo Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas cerca de 1,6 mil trabalhadores não receberam as guias para o saque do FGTS nem os termos para dar entrada nos seguro-desemprego.

A fabrica esta ocupada pelos metalúrgicos há cinco dias  como uma forma de pressionar a empresa ha pagar seus funcionários.

Por redação com Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário