domingo, 10 de abril de 2016

Governo esclarece boato sobre a compra de votos no processo de impeachment

Diante da possibilidade do processo de impeachment ser barrado na Câmara, parlamentares da oposição espalharam boato de que dinheiro teria sido oferecido em troca de apoio na votação; informação não tem fundamento ou qualquer prova

Segundo o Portal Brasil é absolutamente falso o boato de que o governo federal tenha “comprado” deputados para que eles votem contra o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.
Essa informação falsa começou a ser espalhada por parte da oposição e chegou a ser veiculada pela
imprensa, mas não tem nenhum fundamento. Ninguém apresentou qualquer prova de que isso aconteceu. Portanto, em nenhum momento, as conversas conduzidas pela equipe de governo envolveram qualquer tipo de oferta de dinheiro para deputados.

O governo tem, sim, conversado com parlamentares indecisos para apresentar os argumentos jurídicos contra o impeachment. Assim como, a oposição também dialoga com os deputados para convencê-los a votar favoravelmente a um impeachment.

As conversas do governo têm sido pautadas pelo argumento da Advocacia-Geral da União de que não foi cometido nenhum crime de responsabilidade. Inclusive, para que cargos não fossem usados como moeda de troca, foi anunciado que nenhuma reforma ministerial será feita antes da votação. 
Fonte:Portal Brasil 


Nenhum comentário:

Postar um comentário