terça-feira, 17 de maio de 2016

40% dos brasileiros pesquisam por vagas de trabalho via celular



Goianos, cariocas e cearenses tendem a pesquisar mais por celular. Quase metade dos goiânos busca emprego através do aparelho celular. Dias mais populares são durante a semana e no horário da noite, mas buscas por emprego também aumentam no horário de almoço (meio-dia) e no começo do expediente (9h). Estados da região Norte são os que têm menor número de usuários realizando pesquisas por celulares. 

Brasileiros que estão em busca por vagas de emprego já não precisam estar sempre presos em casa ou só virando as folhas dos classificados, e eles sabem disso. Uma pesquisa pelo buscador de vagas de emprego Adzuna.com.br analisou o comportamento de profissionais que buscam nova colocação e verificou que 40% das pesquisas por novos postos de trabalho são realizadas em smartphones.

A praticidade de analisar as vagas disponíveis na palma da mão permite que os candidatos possam seguir com as responsabilidades do dia a dia, fazendo suas pesquisas no transporte, no mercado, no sofá ou até na academia. Uma curiosidade é que no geral para cada cinco pesquisas feitas em smartphone ou tablet, quatro são de tecnologia Android e uma de iOS, o que está de acordo com a popularidades desses dispositivos no mercado.

Segundo a pesquisa, os dias em que vários candidatos acessam seus celulares e vão em busca do seu próximo passo de carreira, são durante a semana e no horário da noite. Existem também os horários de pico que fogem do padrão, muitos profissionais procurando emprego fazem as suas pesquisas durante o horário de almoço e de manhã cedo entre 7 e 10 horas.

Os resultados mostram diferenças entre os brasileiros de diferentes regiões. Goianos, cariocas e cearenses tendem a pesquisar mais por celular, deixando o computador mais de lado. Destes três, Goiânia se destaca com quase a metade dos seus cidadãos fazendo suas buscas por emprego pelo smartphone.

Estados da região Norte são os que têm menor número de usuários realizando pesquisas por celulares. Roraima está no fim da lista com apenas 17% dos candidatos que buscam emprego utilizando smartphone. Tocantins, Amapá e Acre já têm porcentagens um pouco maiores, sendo que 27%, 23% e 22% respectivamente de seus cidadãos pesquisam por vagas pelo celular ou tablet.

Guilherme Winspear, gerente regional do Adzuna enfatiza: "A pesquisa de vagas de trabalho através de dispositivos móveis é uma tendência clara para o profissional da era digital. A necessidade de atender esse novo comportamento torna essencial para empregadores fornecer soluções cada vez mais atraentes, flexíveis e práticas para candidatos provenientes de dispositivos móveis."

As crises econômicas que atingiram o Brasil nos últimos anos e o aumento da adoção de novas tecnologias por parte dos brasileiros, forçou as empresas em busca de novos candidatos a disponibilizarem as suas vagas nos canais onde os profissionais mais se encontram, nos seus smartphones.

Para atender essa demanda de brasileiros que buscam por emprego através do smartphone o Adzuna desenvolveu aplicativos para iOS e Android que facilitam a pesquisa de postos de trabalho, pois incluem todas as mais de 300 mil vagas dos principais sites de emprego e recrutadores online, opções de filtro com critérios de palavras-chave, salário e experiência. Como o candidato móvel está sempre em movimento, o aplicativo Adzuna permite também a criação de alertas de vagas e salvar oportunidades de acordo com seu perfil profissional.

Fonte:www.dino.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário