domingo, 15 de maio de 2016

Avaliação do conselho de administração precisa ser constante

O conselho de administração precisa seguir certa conduta e manter a qualidade de seu trabalho, e é justamente pela relevância deste conselho que as boas práticas da governança corporativa precisam de uma boa avaliação de performance. A importância deste conselho é tamanha que Eduardo Valério, diretor-presidente da JValério, especializada em empresas familiares, afirma que estes conselheiros nunca tiveram um papel tão fundamental quanto
agora: "o conselho é fundamental para contribuir na complementariedade da gestão da empresa e também como direcionador estratégico de médio e longo prazo. O que detecto em nossos trabalhos é que muitos destes conselhos são implantados, porém, o seu desempenho e a real contribuição para o valor da organização não está sendo devidamente avaliado."

Dentre estas razões, Eduardo Valério lista as três mais corriqueiras:

- Falta de conhecimento de que existe a necessidade de se avaliar este conselho;

- A dificuldade de encontrar metodologia e ferramentas adequadas para essa avaliação e

- Falta de interesse dos acionistas em ter o seu conselho de administração avaliado

Este último item, aliás, acontece até por que muitos destes acionistas participam deste conselho.

Eduardo entende que a necessidade de avaliar o conselho de administração deveria partir dos próprios acionistas: "Eles tem o dever de avaliar a performance do seu conselho de administração assim como este conselho tem o dever de avaliar o desempenho da diretoria executiva." explica, Eduardo Valério.
Estar constantemente verificando o andamento das ações do conselho de administração é parte fundamental para a empresa familiar pois é este conselho o responsável por inúmeros benefícios:

- Oferece várias perspectivas diferentes de gestão;

- Ajuda para que o líder da empresa tenha uma perspectiva estratégica;

- Identifica mudanças e oportunidades;

- Melhor compreensão de situações envolvendo todos os aspectos do negócio familiar;

- Ajuda gestores e proprietários em decisões chaves;

- Proporcionam um fórum para decisões quando a família está dividida e

- Orienta para assuntos relacionados com a sucessão

Pelo peso, importância e responsabilidade desse conselho, é preciso estar sempre bem avaliado - consultorias externas e ferramentas adequadas são formas mais seguras e profissionais para um resultado satisfatório.

Foto: Divulgação/Pexels

Sobre Eduardo Valério
Eduardo Valério é graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em Estratégia e Marketing pela Kellogg Business School e especialista em Governança Corporativa para Empresas Familiares pela Wharton Bussiness School, Pennsylvania. Eduardo é diretor-presidente da JValério Consultoria S/C Ltda, associada à Fundação Dom Cabral (FDC) para os estados do Paraná e Rondônia, e vice-Presidente da Federação Nacional das Associações dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (FENADVB).

Sobre a JValério
A JValério é uma consultoria associada à Fundação Dom Cabral (FDC), escola de negócios especializada no desenvolvimento de executivos e empresas. A missão da JValério é contribuir para o desenvolvimento das empresas, dos executivos e das pessoas e ser a primeira opção nas soluções empresariais para clientes e parceiros. A JValério busca um crescimento sustentável e atua em vários segmentos, com empresas com as mais diversas características.


JValério – Gestão da Empresa Familiar
Endereço: Praça São Paulo da Cruz, 50 Cj 1507, Cabral, Curitiba.
http://www.jvalerio.com.br/

Fonte: KAKOI Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário