domingo, 8 de maio de 2016

Janot denuncia Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo ao Supremo

 LAVA JATO

“A denúncia causou surpresa e indignação. É uma denúncia frágil e merece ser derrubada pelo Supremo” disse o advogado da senadora

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF), em um dos inquéritos da Operação Lava Jato, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), o marido dela, o
ex-ministro das Comunicações Paulo Bernardo, e o empresário Ernesto Kugler Rodrigues, que seria ligado ao casal.

Eles são acusados de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por suposto recebimento de R$ 1 milhão para a campanha de Gleisi ao Senado em 2010.A denuncia partiu da delação premiada do  doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

Os advogados de Gleisi informaram que as denuncias são inconsistentes e que  a senadora nunca recebeu nenhum valor para sua campanha.  As denuncia foi motivada porque apareceu uma nova testemunha no caso. 

Com informações da Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário