terça-feira, 21 de junho de 2016

Custos são como grama


 Segadeira De Gramado, Cortador De Mão


Ouvi essa frase certa vez no rádio, não me recordo quem disse, mas certamente ela me impactou. O entrevistado falou que custo era como grama, tinham que ser podados pelo mesmo motivo: eles crescem.

A gestão de custo deve ser permanente para que eles não cresçam a todo instante. O custo é como uma torneira pingando ele começa timidamente e logo já está derramando muita agua, a diferença é que o custo quando está instalado não se pode simplesmente pegar um torniquete e estancar o vazamento.

Para uma correta gestão de custo é preciso fazer uma análise da situação, verificar se ele é necessário, está dentro do orçamento, pode ser eliminado ou controlado. Caso ele esteja em uma dessas situações selecione a melhor opção: corte, controle ou elimine. Caso não se tome uma providência os custos tendem a crescer como grama e como todos sabemos grama pode esconder muitas surpresas.

Vamos refletir sobre isso e sucesso!

Pedro Paulo Galindo Morales é Graduado em Gestão, Pós-graduado em Controladoria e Técnico em Contabilidade. Atua também como Coordenador de conteúdo do Blog Falando de Gestão   www.pedropaulomorales.com, pedropaulomorales@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário