segunda-feira, 27 de junho de 2016

Esquema de propina em crédito consignado é descoberto

O Brasil vê mais um escândalo, o ex-ministro Paulo Bernardo foi pego envolvido em um esquema que arrecadava R$ 0,70 de cada funcionário publico que tomava emprestado dinheiro através de crédito consignado ele teria segundo G1 recebido R$ 7 milhões do esquema. 

Toda operação era feita pela empresa Consist e pasmem Vacari Neto estava envolvido. Rombo mais de R$ 100 milhões. É uma vergonha não vai escapar ninguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário