sábado, 11 de junho de 2016

Lula pede a Temer que deixe Dilma voltar

São Paulo - Milhares de pessoas se reúnem na Avenida Paulista em protesto contra o presidente interino, Michel Temer (Elaine Patrícia Cruz/Agência Brasil)
Manifestação na Av Paulista Elaine Patrícia Cruz/Agência Brasi

O ex-presidente Lula pede ao presidente interino que deixe a presidente afastada Dilma Rousseff continuar seu governo.Em discurso ontem na Av. Paulista Lula criticou por diversas vezes o governo de Michel Temer e apelou ao presidente da República interino que “Por favor, permita que o povo retome o governo com a Dilma e participe das eleições em 2018 para ver se você vai ser presidente”.

Lula também criticou o ministro das Relações Exteriores, José Serra, dizendo ter visto sua entrevista esta semana na televisão : “Voltou o complexo de vira-lata. O ministro Serra reconheceu que o Brasil
não pode se meter com coisas de países grandes, que temos que reconhecer nosso lugar, que somos países de Terceiro Mundo e que somos pequenos e pobres. Que quem tem que mandar são os americanos e europeus e que temos que ficar de cabeça baixa. Pois eu quero dizer ao Serra e aos que têm complexo de vira-lata neste país: quero dizer para vocês que eu aprendi na vida que não somos respeitados por sermos ricos ou grandes ou por termos bomba atômica. Aprendi que temos que ser iguais. Brasileiro não é inferior a americano”.

Emocionado, o ex-presidente encerrou o discurso pedindo respeito por ele e por sua família: “Se eles acham que vão me amedrontar com ameaças, eu quero dizer que quem não morreu de fome até os cinco anos de idade, não tem medo de ameaça”. No fim do discurso, as pessoas aplaudiram e gritaram a Lula “Olê, olê, olá Lula” e “Lula guerreiro do povo brasileiro”.

Lula foi bastante ovacionado. Muitas pessoas se aglomeraram próximas à grade que as separava do caminhão para tentar fazer uma selfie com Lula. 

Com informações da Agência Brasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário