terça-feira, 2 de maio de 2017

Mulher é agredida por policial na Beira-Mar

Fortaleza - 01/05/2017- Por Redação- Um inquérito será aberto para investigar a agressão de um policial militar contra uma mulher, na Praia de Iracema, no último fim de semana. A advogada Astesia Teixeira a foi agredida com um tapa no rosto durante uma ocorrência. A advogada disse que acionou os PM's após presenciar um assalto na orla.

No vídeo, O capitão da Polícia Militar, Allan Kardec Barbosa Ferreira,, acompanhado de um colega de trabalho, aproxima-se de uma aglomeração e é abordado pela advogada. Em tom de voz elevado, manda ela falar baixo e em seguida, desfere o tapa.
Versão do PM
O militar prestou depoimento sobre o caso. Allan afirmou que estava em serviço, quando percebeu uma movimentação. Ao se aproximar com um soldado, notou que havia um homem, possivelmente morador de rua, estava no chão e uma multidão o agredia. De acordo com populares, o homem pegou na mão de um adolescente.

Ainda no depoimento, Allan disse que tentou conter a multidão e em determinado momento, o homem conseguiu fugir. Então a mulher se aproximou e tentou insuflar os ânimos dos agressores.

Em nota a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que não compactua com nenhum tipo de violência e não apoia ações excessivas por parte de seus servidores. O fato que aparece em vídeo, envolvendo um policial militar e uma mulher na Beira Mar, está sendo devidamente apurado. A Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) também informa que o referido policial foi afastado de suas funções e que ele se apresentará no Quartel do Comando Geral (QCG), amanhã (02). A SSPDS reforça que a ação não condiz com a formação que os agentes das forças de segurança do Estado recebem e contraria o treinamento e orientações ofertados a estes profissionais.

A pasta também orienta aos cidadãos que tiverem denúncias relativas à atuação policial ou presenciarem práticas abusivas por parte de agentes de segurança a formalizarem a queixa junto à Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (CGD), para que tais ações sejam devidamente investigadas.

Com SSPDS e C News 

 
Vídeo Folha do Cariri

Nenhum comentário:

Postar um comentário