terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Alice Schuch ensina: ano novo, minha cara


 

 Alice Schuch
O Natal está aí para promover mudanças. Mudar as coisas para lá e para cá. Quem sabe, dar uma iluminada geral, uma renovada para livrar-se das coisas que não servem mais. Aos poucos, deixando para trás pessoas, comportamentos e sentimentos que não significam e adquirindo a cara atual que representa a pessoa. Quem faz esse exercício, diz a pesquisadora e doutora em comportamento de gêneros, Alice Schuch, percebe-se mais e mais à vontade, podendo afirmar finalmente que está pronta para festejar com reiterada alegria o novo Natal e Próspero Ano que se aproxima.
“Existe um Natal exclusivo para cada um de nós, o Natal da própria identidade, onde o indivíduo, ao ser Natal de si mesmo administra sua particular existência na coletividade onde se encontra, buscando progressiva renovação e a ampliação pessoal”, explica.

As mulheres, especialmente, experimentam mundos únicos, um conjunto de tantos pequenos narcisismos que, ao final, constroem o ritual de uma ação como líderes. “Temos necessidade de um espaço que nos pertença, no qual somos senhoras da nossa feminilidade e podemos aprender a degustar privacidade, identidade e valor”, agrega Alice.

A pesquisadora ainda explica que o corpo de cada um é o primeiro espaço existencial, o lugar onde reside cada indivíduo. Depois evidencia-se a personalidade. “Então os amo e os ilumino, corpo e personalidade, pois neles especifico a minha atividade histórica, defino as minhas virtualidades e as minhas precisas ações”, ensina Alice Schuch.

“Minhas casas, quando funcionais, consentem a mediação da ordem psíquica. Feliz e iluminado Ano Novo!”.
 
Alice Schuch, escritora, palestrante, doutora e pesquisadora do universo feminino 

Nenhum comentário:

Postar um comentário